Essa é uma pergunta comum, já ouvi algumas vezes o seguinte questionamento: “Mas é sério, o que um psicólogo faz? Vocês ficam só sentados ouvindo os problemas dos outros, não é?”.

psicólogo curitiba

O papel do psicólogo é envolto de misticismo para a maioria das pessoas. Para muitos somos leitores de mentes, “médicos de loucos”, outros misturam nossos papeis com o de padres em um confessionário ou como um amigo íntimo que ouve suas reclamações e existem ainda os que acham que ir ao psicólogo é apenas uma forma de desperdiçar dinheiro.

A forma de trabalho do psicólogo depende muito da sua área de atuação, mas algo que todo psicólogo tem em comum é que ele é um profissional que estuda o comportamento humano e as funções mentais. Sua função é a de promover a saúde mental, prezando pelo bem estar psíquico e emocional das pessoas envolvidas no seu trabalho.

A área mais conhecida da psicologia é sem dúvidas a clínica, muito retratada na TV, nos cinemas e em muitas outras formas de mídia. Por isso, será a área que abordarei um pouquinho aqui hoje.

Primeiro precisamos entender o que o profissional que atua com Psicologia Clínica deve fazer, qual é o seu papel, e algo muito importante, o que ele não pode fazer.

O psicólogo clínico tem o papel de auxiliar as pessoas que buscam sua ajuda para encontrar soluções para os desafios que estão presentes na sua vida nesse momento, e tem como objetivo guiar o seu cliente para além desses desafios, fazendo com que ele volte ao seu estado de equilíbrio emocional e saúde mental, podendo assim lidar com as outras questões da vida de maneira adequada, e podendo também explorar suas potencialidades.

O que vou citar a seguir é outro papel ainda um pouco desconhecido do psicólogo clínico, que não serve apenas para auxiliar você a lidar de uma maneira mais adequada com seus desafios, ou seja, ele não é um “resolvedor de problemas”, mas ele também pode te ajudar a encontrar e trabalhar habilidades e capacidades que você pensa não ter ou que gostaria de amplificar.

Como eu já citei, o psicólogo é um guia. Ele utiliza os conhecimentos da ciência psicológica para orientar seus clientes em busca de uma melhor qualidade de vida. Mas isso significa que o psicólogo por si só não pode ajudar ninguém? Exatamente!

O psicólogo precisa que o cliente aceite o processo e esteja disposto a seguir suas orientações e a fazer a sua parte. A maior parte da responsabilidade e do mérito por um processo terapêutico bem sucedido é do cliente.

Assim como qualquer outro profissional, o psicólogo só consegue ajudar quem quer a ajuda dele. Por exemplo, se você tem uma pneumonia e seu médico receita alguns medicamentos para você, se não tomar os medicamentos da forma adequada, o tratamento não será bem sucedido, ou seja, o tratamento depende da sua adesão.

Como regra geral o psicólogo independente se no ambiente clínico, do trabalho, escolar, ou em qualquer outro local onde ele possa vir a atuar, tem como objeto de trabalho o ser humano e suas questões e deve contribuir para o desenvolvimento das pessoas e a melhora de suas vidas.

Caso tenha alguma dúvida sobre o papel do Psicólogo e no que nós podemos te ajudar, clique aqui e entre em contato.