Por que a Programação Neurolinguística (PNL) pode melhorar a sua vida?

Por que a Programação Neurolinguística (PNL) pode melhorar a sua vida?

Tenho certeza que você já se perguntou o quanto seria bom ter um maior domínio sobre sua mente e suas emoções! Se eu lhe disser que isso é totalmente possível, simples e mais fácil do que você imagina? Não digo isso no sentido de se tornar um “Robozinho”, mas que você pode compreender o motivo de repetir determinados comportamentos ou de se deixar tomar por determinadas emoções que te prejudicam. Posso te dizer ainda mais, você pode ter a capacidade de desenvolver comportamentos e emoções mais adequados e eficazes para te levar a alcançar seus objetivos e ter uma vida com ainda mais qualidade! O quanto sua vida poderia ser ainda melhor e mais plena se você pudesse simplesmente escolher ter melhores comportamentos e sentimentos agora? Isso é a Programação Neurolinguística, conhecida como PNL, ao contrário do que muitos pensam não tem nenhuma relação com programar pessoas, cérebros ou pensamentos, não é um processo de robotização das pessoas. A PNL pode ser definida como o estudo dos padrões (“Programação”) criados devido à interação entre Cérebro, Linguagem e Corpo. Esse processo cria as estruturas das experiências (O que vemos, ouvimos, sentimos, pensamos etc.) de forma subjetiva, essas estruturas são efetivamente o que constituem esses padrões. Podemos definir essa “programação” como a forma com que você interpretou e entendeu determinados acontecimentos ou situações da vida, por exemplo, se você tem medo de um determinado animal, possivelmente em algum momento você teve uma experiência que o fez acreditar e criar essa “programação”, onde ficou estabelecido que sentir medo naquela situação era importante para manter-se em segurança. A PNL foi criada através da...
Quais os 3 maiores mitos sobre os Psicólogos?

Quais os 3 maiores mitos sobre os Psicólogos?

Hoje eu vou falar sobre os 3 maiores mitos sobre a atuação do Psicólogo, e que todo mundo já ouviu alguns mitos ou mesmo possui algumas ideias erradas sobre como funciona o trabalho dos psicólogos não é nenhuma novidade. Isso é comum entre os próprios alunos do curso de Psicologia, maioria de nós ai ingressarmos no curso de psicologia temos uma ideia muito diferente do que realmente é o trabalho do psicólogo. A ideia do trabalho na área de psicologia para muitas pessoas é envolta em misticismo, como se fosse algo sobrenatural ou mesmo algo que não possuí nenhuma validade ou eficácia, mas é importante que se entenda que a psicologia é uma ciência, ou seja, é fundamentada por conceitos cientificamente comprovados. E devido a essas crenças entorno da atuação do psicólogo alguns mitos surgiram com o tempo, e vou falar sobre os 3 principais ou os mais comuns. O 1° Mito é “Eu não preciso de psicólogo já tenho meus amigos”: Isso é um completo engano, o seu amigo não é seu psicólogo, ele pode sim dar um apoio emocional e te fazer se sentir melhor com isso, mas isso não é nem de longe o real trabalho do psicólogo. Claro que o acolhimento faz parte do trabalho do psicólogo, a empatia é uma característica fundamental para alguém que trabalha nessa área, temos que ser capazes de nos colocar no lugar do outro e ver as coisas como ele vê e entender o porque ele vê dessa forma. Mas existem algumas diferenças bem marcantes, como a preparação realizada ao longo de 5 anos de graduação, com dezenas de livros e...
Qual é a função do Psicólogo?

Qual é a função do Psicólogo?

Essa é uma pergunta comum, já ouvi algumas vezes o seguinte questionamento: “Mas é sério, o que um psicólogo faz? Vocês ficam só sentados ouvindo os problemas dos outros, não é?”. O papel do psicólogo é envolto de misticismo para a maioria das pessoas. Para muitos somos leitores de mentes, “médicos de loucos”, outros misturam nossos papeis com o de padres em um confessionário ou como um amigo íntimo que ouve suas reclamações e existem ainda os que acham que ir ao psicólogo é apenas uma forma de desperdiçar dinheiro. A forma de trabalho do psicólogo depende muito da sua área de atuação, mas algo que todo psicólogo tem em comum é que ele é um profissional que estuda o comportamento humano e as funções mentais. Sua função é a de promover a saúde mental, prezando pelo bem estar psíquico e emocional das pessoas envolvidas no seu trabalho. A área mais conhecida da psicologia é sem dúvidas a clínica, muito retratada na TV, nos cinemas e em muitas outras formas de mídia. Por isso, será a área que abordarei um pouquinho aqui hoje. Primeiro precisamos entender o que o profissional que atua com Psicologia Clínica deve fazer, qual é o seu papel, e algo muito importante, o que ele não pode fazer. O psicólogo clínico tem o papel de auxiliar as pessoas que buscam sua ajuda para encontrar soluções para os desafios que estão presentes na sua vida nesse momento, e tem como objetivo guiar o seu cliente para além desses desafios, fazendo com que ele volte ao seu estado de equilíbrio emocional e saúde mental, podendo assim lidar com as...
De Psicólogo e Louco todo mundo tem um pouco?

De Psicólogo e Louco todo mundo tem um pouco?

Você certamente já ouviu alguma vez: “Eu sou psicólogo dos meus amigos” ou “No meu trabalho eu sou um pouco psicólogo”, mas será que é verdade? O que é a Psicologia e como funciona a sua formação? A psicologia é a ciência que estuda o comportamento humano e as funções mentais, com o objetivo de entender como a mente humana funciona, e como isso influência nossos comportamentos, seja individualmente ou em grupos. A formação em psicologia é complexa, a graduação na área tem duração média de 5 anos, e durante o curso o aluno adquire conhecimento em diversas áreas como: Anatomia, filosofia, sociologia, desenvolvimento humano, teorias da personalidade e do comportamento, abordagens psicológicas, psicopatologia, entre muitas outras. Isso tudo porque para entender como e porque o ser humano se comporta de determinada forma, precisamos entender como ele funciona na sua totalidade, seja física ou mentalmente. Mas isso significa que depois que terminamos a faculdade estamos prontos? De maneira alguma, após terminar a graduação o psicólogo escolhe a área que ele mais se identifica e inicia uma série de formações complementares para poder atuar da melhor forma possível nessa área, essas formações são compostas por diversos cursos, congressos, pós-graduações, até mestrados e doutorados. Mas além da formação existem outras características que diferenciam o Psicólogo de outros profissionais ou de um amigo: O Sigilo Profissional: somos obrigados a guardar de forma sigilosa toda a informação dividida conosco em uma sessão, ou seja, não podemos contar nada do que nos é dito para ninguém. O psicólogo é fiscalizado por um Conselho Profissional e precisa seguir um Código de Ética desenvolvido para garantir...